Um Dia de Cão (1975)

dog-day-afternoon

O dia sobre o ponto de vista de uma dupla de ladrões de banco que acabam entrando na maior “roubada” de suas vidas. Em uma tarde normal no Brooklyn, um trio de homens entram calmamente em um pequeno banco local, um após o outro. Conforme vai chegando ao horário de fechamento e eles são os únicos clientes no momento, todos sacam suas armas e gritam: “isso é um assalto.” As coisas complicam logo quando um do grupo desiste da ação e foge. Tudo havia sido planejado para ocorrer sem problemas, mas o plano se esvai a partir do momento em que eles descobrem que o cofre estava quase vazio, juntando apenas algumas ninharias em dólar. Assim que ficam cercados pela polícia, criam planos para tentarem escapar de lá junto com os reféns, em vista de não voltarem para a prisão. O tempo vai passando e o espetáculo toma proporções enormes, todos começam a idolatrar Sonny Wortzik, junto de seu parceiro Sal. Até mesmo quando descobrem que um deles possui um amante e ganha símbolo do orgulho homossexual. Eles decidem fugir do país através de uma limousine que os levaria ao aeroporto e lá pegariam um avião grande o bastante para embarcarem junto de seus reféns. Ao cair da noite, a polícia realiza seus pedidos, os recebendo com um carro para levá-los para fora do banco. No caminho, Sal se mantém nervoso por ter medo da idéia de viajar e acaba levando um tiro na cabeça quando chega no local. O FBI trama um plano de última hora em que conseguem prender Sonny em frente a sua rota de escapatória. E isso coloca um fim em toda a confusão que durou uma tarde de cão.

d1

A história segue num fluxo alucinante e totalmente envolvente, em que somos atraídos pela relação dos assaltantes com a situação. Eles acabam transformando toda a tensão em comédia, sem saber o que irá acontecer no futuro. Ao se verem na TV transformam de forma que acabam virando “animadores de palco”, tentando satisfazer a platéia do lado de fora do banco. Al Pacino trabalha bem a forma psicológica de seu personagem. Ele encara o papel na visão de um verdadeiro ladrão de banco sem nenhuma noção do que está fazendo. Seus ataques de fúria é o que realmente conquistam a todos; ele se mantém como um exímio planejador de roubos, mas na verdade está passando por grandes apuros. O roteiro não possui nada de especial, a não um caso de conflito entre o homem honesto e o homem corrupto, mostrando como esses diferentes lados se enfrentam e como essa face é vista pela sociedade. A prova do mais forte vencer o mais fraco se torna um jogo em que cada lado deve provar seu valor no campo. As cenas externas são fantásticas, o cenografistas conseguiram juntar multidões e pararem ruas apenas para rodarem esse longa, com grande sucesso graças ao resultado surpreendente que deixou sua marca em Hollywood.

d2

Diretor: Sidney Lumet

Produtor: Martin Bregman e Martin Elfand

Roteirista: Frank Pierson

Atores: Al Pacino, John Cazale, Charles Durning, James Broderick, Chris Sarandon e Lance Henriksen

AVALIAÇÃO FINAL:

8

TRAILER:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s